RADIO MM

FUTEBOL ENTRETENIMENTO E  MUSICAS DE  SUCESSO

Maracanã

Estou começando a achar que o Governador Witzel, apesar do pouco tempo está acertando. Quando rompeu com o consórcio que controlava o Maracanã devolveu ao esporte o seu templo maior, já que até agora ele havia se transformado em casa de show. Não dá para imaginar um estádio daquele dando prejuízo. Todo mundo sabe que ele foi jogado embaixo e construído de novo, numa obra super faturada que enriqueceu mais ainda o ex governador Sérgio Cabral, apodrecendo na cadeia, condenado a mais de 150 anos. A volta do estado ao comando é muito bem vinda, e espera-se que a administração será conduzida com lisura. Disso eu não tenho dúvida. Uma dica: governador fique de olho em seu Secretário de Esportes, Felipe Bornier. O passado dele condena.

A prisão de Temer

A prisão do ex presidente Temer, encarcerado no Rio pelo juiz Marcelo Bretas da Lava Jato, me faz rememorar o quanto ele foi omisso com o Esporte em seu governo. Nomeou Leonardo Piciani se ministro, um inerte que nada fez, talvez obedecendo ordens, já que a prioridade da organização criminosa não fosse essa. Nunca o esporte foi tão maltratado como no governo do golpista. Tinha a oportunidade de fazer uma grande Olimpíada e não fez nada para ajudar aos atletas que iriam participar em casa, limitando-se através de seu ministério ao trivial. Agora vai responder pelos seus crimes, e neles podem incluir omissão com o Desporto Nacional.

Começou como terminou

A vitória de Valteri Botas no Grande Prêmio da Austrália, na abertura da Fórmula 1, nos leva crer que a superioridade da Mercedes continua a mesma. Foi um passeio da escuderia que atualmente só perde pra ela mesma; quando não ganha Hamilton, vence seu companheiro. Aos brasileiros amantes da velocidade só resta esperar que novos ídolos apareçam e que revivam as glórias do passado. Fica difícil num esporte onde milhões são trocados, e os pilotos estão em segundo plano, para os carros construídos com alta tecnologia. As manhãs de domingo onde pilotos nacionais venciam e coisa do passado.

Sem Neimar


Para os amistosos que o Brasil irá realizar contra o Panamá e a republica Theca, a seleção não irá contar com Neimar, que se recupera de uma fratura no quinto metatarso do pé esquerdo, e somente estará de volta aos gramados a partir de meados de abril. Todo mundo sabia que o jogador estava em recuperação quando viajou para o Brasil e aproveitou como ninguém o carnaval brasileiro. O que dizer? Irresponsável, falta de profissionalismo. Tudo isso nós sabemos que ele é e lhe falta. Agora esse Paris San German é comandado por frouxos. Permitem que ele faça o que quer e não falam nada. Por essas coisas que ele faz, e que nunca será o melhor do mundo, no máximo será um grande parca, já que paga tudo para um monte de homens andar pra baixo pra cima com ele. Deus lhe deu o dom, mais não juízo, porque se tivesse só um pouco, seria fácil todo ano o melhor de todos.