RADIO MM

FUTEBOL ENTRETENIMENTO E  MUSICAS DE  SUCESSO

Tão de brincadeira

Desde que me entendo por gente e acompanho futebol, o esporte vive de resultados. Se você ganha e bestial, se perde é uma besta. O Brasil, pelo menos para a torcida, e o maior do mundo quando o assunto é bola rolando. É não é para menos. Sempre teve os melhores jogadores, e nessa Copa não foi diferente. Aí vem a pergunta: Então porque não ganhamos. Técnico não ganha jogo, mais perde. Cabe a ele detectar o que está acontecendo com o grupo e resolver, esse é o seu papel. O fato do pai do Neimar dormir no mesmo hotel do time e Tite não fazer nada, pior, concordou o que é muito grave, provando que ele não tinha o controle da situação. Quando Marcelo se machucou e ficou de fora, Felipe Luis substituiu a altura e depois foi sacado para Marcelo voltar e jogar muito abaixo do seu padrão. Pergunta: Porque Felipe Luis não continuou? Quando começou as encenações de Neimar, porque ele não foi chamado à atenção, e se não parasse como não parou, porque não foi tirado do time? Será que a estrela era intocável? Teve jogador que levou mais de quarenta pessoas para a Copa e nos momentos de folga quando poderia descansar, faziam tour turístico pela Rússia, sem que o comandante tomasse qualquer providência, ficando a mercê de um grupo de mimados, que não obedeciam a ninguém. Tudo foi dado ao Aldenor, tudo. A carta branca ia a todos os sentidos. Agora depois do fracasso ao invés de se montar um novo esquema, moderno, tirando lições dos erros cometidos, com uma nova mentalidade menos professoral e pastoral e mais competitiva, valorizando o conjunto e execrando individualidades que não levam a lugar nenhum, a CBF mantém um treinador que provou não ter competência para ser campeão do mundo. O Edu Gaspar e asseclas também foram mantidos, fazendo o povo brasileiro de palhaço. Aliás, o que se esperar de uma entidade recheada de bandidos, onde um ex presidente está preso em Nova Iorque, o outro não pode sair do Brasil, e o outro, o genro do Havelange que também morreu como ladrão, também e processado criminalmente e pode ser preso a qualquer momento. Aliás, o Presidente atual, o tal do Coronel Nunes além de bandido e traidor, já que prometeu votar na candidatura tripla de México, Estados Unidos e Canadá para a Copa de 2026 e votou no Marrocos. É claro que Tite faz parte de tudo isso, e é muito bem pago pra isso, afinal seiscentos mil por mês não faz mal a ninguém. E por isso que o Brasileiro se lixa atualmente para a seleção. Sabe das falcatruas existentes e dos conchavos acertados. Por isso nos próximos quatros anos, vamos ignorar Tite e seu bando, e focarmos em nossas competições, nos nossos clubes que realmente mexe com os nossos corações. Afinal ser Flamengo, Vasco, Fluminense e Botafogo é muito melhor do que ser enganado pelos canalhas de plantão na seleção.

Jorginho e o Vasco

Na segunda, vitória contra o Bahia por 2 x 0 , que não adiantou, já que no primeiro jogo em Salvador havia perdido por 3 x 0, ficando na Copa do Brasil, apesar dos aplausos do torcedor. Na quarta, empate com o Fluminense, com sabor de derrota, já que venceu a maior parte do jogo. Esse é o time que Jorginho tem, e a torcida tem que se acostumar. Não dá para sonhar com títulos. Quando muito honrar as cores cruz maltinas.

O Botafogo de Paquetá

De técnico novo já que Alberto Valentim foi pra Arábia, o Fogão vai remando conforme a maré. Marcos Paquetá sabe disso. Com elenco limitado, não fez frente ao Corinthians em São Paulo, num jogo onde foi pior. O novo treinador sabe o trabalho que tem pela frente, afinal a prioridade é ficar na primeira divisão.